Neste post iremos fazer um passo a passo desde o download, passando pela instalação da Plataforma Arduino para o Windows e depois iremos fazer nosso primeiro programa, finalizando com um teste tanto no simulador quanto no próprio Arduino.

Fazendo o Download

Acesse o site https://www.arduino.cc para fazer o download, selecionando a opção do menu (SOFTWARE > DOWNLOADS):

Selecione a opção Windows ZIP file for non admin install

Agora você pode optar por além de fazer o download, também contribuir com o projeto.

Instalando Plataforma Arduino

Quando o arquivo zip foi baixado, extraia o conteúdo para o Desktop, clicando com o botão direito do mouse no arquivo e selecionando a opção “Extract files…” ou “Extrair arquivos…”.

Depois de extrair aparecerá uma pasta no local selecionado. A pasta Arduino contém o próprio programa Arduino e também os drivers que permitem que o Arduino seja conectado ao seu computador por um cabo USB. Antes de lançar o software Arduino, você instalará os drivers USB.

Conecte uma ponta do seu cabo USB ao Arduino e a outra a um soquete USB no seu computador. A luz de energia no LED acenderá e você poderá receber uma mensagem ‘Found New Hardware’ do Windows. Ignore esta mensagem e cancele todas as tentativas que o Windows fizer para tentar instalar os drivers automaticamente para você.

O método mais confiável de instalar os drivers USB é usar o Gerenciador de dispositivos. Isso é acessado de maneiras diferentes, dependendo da sua versão do Windows. Abra o Painel de Controle, em seguida, selecione a opção para ver Ícones, e você deve encontrar o Gerenciador de Dispositivos na lista.

Na seção “Outros dispositivos”, você verá um ícone para “dispositivo desconhecido” com um pequeno triângulo de aviso amarelo ao lado. Este é o seu Arduino.

Clique com o botão direito do mouse em USB2.0-Serial e selecione a opção de menu superior “Atualizar Driver …”. Você será solicitado a “Pesquisar automaticamente por software de driver atualizado” ou “Procurar software de driver no meu computador”. Selecione a opção para navegar e navegar para o arduino1.8.8\ drivers. 

Clique em “Avançar” e você receberá um aviso de segurança. Se sim, permita que o software seja instalado. Uma vez que o software tenha sido instalado, você receberá uma mensagem de confirmação. Porém muito provavelmente haverá um erro. E para corrigi-lo iremos instalar um drive.

Para fazer o download clique aqui. Depois extraia o arquivo zip selecionando a opção “Extract files…” ou “Extrair arquivos…”

Após extrair execute o arquivo CH341SER.

Clique na opção “INSTALL”.

Agora sim, o drive foi instalado com sucesso.

Verifique qual a porta habilitada para o Arduino no “Gerenciador de Dispositivos”.

Por fim habilite a porta na Arduino IDE, na opção de menu “Ferramentas”.

Componentes Usados

Arduino UNO
Cabo USB - Tipo A para B1

Meu primeiro programa com Arduino

Você pode achar que o LED ‘L’ da sua placa Arduino já pisca quando você o conecta a um plugue USB. Isso ocorre porque as placas Arduino geralmente são fornecidas com o esboço ‘Blink’ pré-instalado.

Nesta lição, reprogramaremos o Arduino com nosso próprio esboço Blink e, em seguida, alteraremos a taxa na qual ele pisca.

Anteriormente, configuramos o Arduino IDE e certificando que ele encontraria a porta serial correta para conectar-se à sua placa Arduino. Chegou a hora de colocar essa conexão no teste e programar sua placa Arduino.

O Arduino IDE inclui uma grande coleção de exemplos de esboços que você pode carregar e usar. Isso inclui um exemplo de esboço para fazer o LED ‘L’ piscar.

Carregue o esboço ‘Blink’ que você encontrará no sistema de menus do IDE em File > Examples > 01.Basics:

Irá aparecer o script do código.

Os esboços de exemplo incluídos no Arduino IDE são ‘somente leitura’. Ou seja, você pode enviá-los para uma placa Arduino, mas se você alterá-los, você não pode salvá-los como o mesmo arquivo.

Nós vamos mudar este esboço, então, a primeira coisa que você precisa fazer é salvar sua própria cópia que você pode mudar como quiser.

No menu “File” do Arduino IDE, selecione a opção ‘Save As …’ ou ‘Salvar como…’ e salve o sketch com o nome ‘MeuBlink’.

Você salvou sua cópia de ‘Blink’ no seu caderno de desenho. Isso significa que, se você quiser encontrá-lo novamente, basta abri-lo usando a opção de menu Arquivo > Sketchbook.

Compilando Programa no Arduino

Conecte sua placa Arduino ao seu computador com o cabo USB e verifique se o ‘Board Type’ e ‘Serial Port’ estão definidos corretamente.

O Arduino IDE mostrará as configurações atuais da placa na parte inferior da janela

Clique no botão “Upload”. O segundo botão da esquerda na barra de ferramentas.

Se você observar a área de status do IDE, verá uma barra de progresso e uma série de mensagens. A princípio, ele dirá ‘Compilando Esboço ..’. Isso converte o esboço em um formato adequado para o upload para a placa.

Em seguida, o status será alterado para “Upload”. Neste ponto, os LEDs no Arduino devem começar a piscar quando o esboço é transferido.

Finalmente, o status mudará para ‘Concluído’. Depois que o upload for concluído, a placa deverá reiniciar e começar a piscar.

Caso ocorra algum erro de compilação aparecerá esse erro. Isso provavelmente significa que sua placa não está conectada, ou que os drivers não foram instalados (se necessário) ou que a porta serial errada está selecionada.

Personalizando programa Arduino

Abaixo segue o código desenvolvido para essa atividade, o qual iremos alterar:

/* Blink: Acende um LED por um segundo, depois desliga por um segundo, repetidamente.

Este código de exemplo está no domínio público: http://www.arduino.cc/en/Tutorial/Blink */

// a função de configuração é executada uma vez quando você pressiona reset ou liga a placa

// inicialize o pino digital LED_BUILTIN como uma saída.

void setup() {

pinMode(LED_BUILTIN, OUTPUT);

}

// a função loop é executada repetidamente para sempre

void loop() {

digitalWrite(LED_BUILTIN, HIGH);   // liga o LED (HIGH é o nível de voltagem)

delay(1000);  // espere por um segundo

digitalWrite(LED_BUILTIN, LOW);    // desligue o LED fazendo a tensão LOW

delay(1000);  // espere por um segundo

}

O código foi alterado para…

Agora você vai fazer seu LED piscar mais rápido. Como você deve ter adivinhado, a chave para isso é alterar o parâmetro in () para o comando ‘delay’.

Esse período de atraso é em milissegundos e, portanto, se você quiser que o LED pisque duas vezes mais rápido, altere o valor de 1000 para 500. Isso pausará por meio segundo cada atraso, em vez de um segundo inteiro.

Carregue o esboço novamente e você verá o LED começar a piscar mais rapidamente.

Segue aqui o código MeuBlink.ino pronto para servir como gabarito e também o vídeo explicando o passo a passo:

Quem Somos!

Loja Virtual

Útimos Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *